segunda-feira, agosto 03, 2009

"As mulheres têm os fios deligados"

foto: Rui J Santos
Por estas e por outras é que eu simplesmente venero este homem (António Lobo Antunes):
“…e pergunto-me se os homens gostam verdadeiramente das mulheres. Em geral querem uma empregada que lhes resolva o quotidiano e com quem durmam, uma companhia porque têm pavor da solidão, alguém que os ampare nas diarreias, nos colarinhos das camisas e nas gripes, tome conta dos filhos e não os aborreça. Não se apaixonam: entusiasmam-se e nem chegam a conhecer com que estão. Ignoram o que ela sonha, instalam-se no sofá do dia a dia, incapazes de introduzir o inesperado na rotina, só são ternos quando querem fazer amor e acabado o amor arranjam um pretexto para se levantar (chichi, sede, fome, a janela que se esqueceram de baixar o estore) ou fingem que dormem porque não há paciência para abraços e festinhas, pá, e a respiração dela faz-me comichão nas costas, a mania de ficarem agarrados à gente, no ronhónhó, a mania das ternuras, dos beijos, quem é que atura aquilo?...”

“- As mulheres têm os fios desligados e um outro elucidou-me que eram como os telefones: avariam-se sem que se entenda a razão, emudecem, não funcionam e o remédio é bater com o aparelho na mesa para que comecem a trabalhar outra vez. Meu Deus, que pena me dão as mulheres. Se informam – Já não gosto de ti se informam – Não quer mais aí estão eles a alternarem a agressividade com a súplica, ora violentos ora infantis, a fazerem esperas, a chorarem nos SMS e levantarem a mãozinha e, no instante seguinte, a ameaçarem matar-se, a perseguirem, a insistirem, a fazerem figuras tristes, a escreverem cartas lamentosas e ameaçadoras, a entrarem pelo emprego dentro, a pegarem no braço, a sacudirem, a mandarem flores eles que nunca mandavam flores, a colocarem-se de plantão à porta dado que aquela puta há-de ter outro e vai pagá-las, dispostos a partes gagas, cenas rídiculas, gritos. A miséria da maior parte dos casais, elas a sonharem com o Zorro, Che Guevara ou eu, e els a sonharem com o decote da vizinha de baixo, de maneira que ao irem para a cama são quatro: os dois que lá se deitam e os outros dois com quem sonham…”

António Lobo Antunes “As mulheres têm fios desligados” – Crónica na Visão

6 comentários:

J@de disse...

Tem textos que eu até duvido que foi escrito por um homem, tamanha semelhança ao que eu penso... genial!!
Beijos!!

Nathy & Alan disse...

Hum...triste os que vivem assim...Mas ainda há aqueles quem tem tempo para amar de verdade, com direito a abraços e ataques de carinho.
^^
Bjos

Miguel Ângelo disse...

Comentando o título,as mulheres têm os fios desligados, há homens que também os têm. Eu talvez seja um deles...
Um abraço
Miguel Ângelo

Ricardo Calmon disse...

Vários amiga escriba,desligados fios possuo,mas fácilfoi para escriba esse acerca das mulheres falar,é só ouvi-las,todas as mesmas queixas te e razão tem!
Amei o post!

Viva Vida!

Paulo Nóbrega disse...

Infelizmente é uma normalidade da anormalidade. Fico feliz por nunca deixar de querer utilizar a alma e o coração! Paulo

Isabel Rodrigues disse...

Esse Homem é um génio!
Sou fã das suas crónicas!