sábado, maio 22, 2010

Levantar...

Sempre que caímos, levantamo-nos, mas antes disso é preciso rebolar para bem longe daquela multidão aos turbilhões, do tumulto e dos abalroamentos, do mundo em redor repleto de pessimismo e sarcasmo, da tristeza do olhar, das cabeças que tombam, para nos conseguirmos levantar sem cairmos de novo...

1 comentário:

Emília disse...

A vida é feita aos tombos e tropeções, mas os fortes reerguem-se sempre e seguem em frente, mesmo quando às vezes vão de costas curvadas e passo mais lento, pelo cansaço. Seguem o seu caminho, longe da multidãoenlouquecida,
determinados, certos de que cair é caminho andado.