segunda-feira, março 05, 2007

Poema

Autor da foto: Filipa Mateus

Porque há músicas e poemas que ficam na nossa memória para sempre, que fizeram sentido uma vez e parecem fazer sentido vezes sem conta. Tudo passa, tudo muda, mas certas sensações parecem não passar. Algumas coisas ficam para sempre dentro de nós…

Poema

Eu hoje tive um pesadelo e levantei atento, a tempo
Eu acordei com medo e procurei no escuro
Alguém com seu carinho e lembrei de um tempo
Porque o passado me traz uma lembrança
Do tempo que eu era criança
E o medo era motivo de choro
Desculpa pra um abraço ou um consolo
Hoje eu acordei com medo mas não chorei
Nem reclamei abrigo
Do escuro eu via um infinito sem presente
Passado ou futuro
Senti um abraço forte, já não era medo
Era uma coisa sua que ficou em mim, que não tem fim
De repente a gente vê que perdeu
Ou está perdendo alguma coisa
Morna e ingénua
Que vai ficando no caminho
Que é escuro e frio mas também bonito
Porque é iluminado
Pela beleza do que aconteceu
Há minutos atrás

Música de Ney Matogrosso
Composição de Cazuza/ Frejat

5 comentários:

J@de disse...

Certas músicas ficam na gente a vida toda, essa também é uma delas para mim!!
Beijos!!

Blondie disse...

Muito bonito este poema! Excelente escolha!
beijocas

Segredos da Esfinge disse...

Joana,
Beijinho especial pelo "nosso" dia.

minds disse...

ola.... e so para dizer k voltei!!!! Boa escolha em relação ao poema.....
bjitos gandes

Isa disse...

Joana,

Lindo né?! Já percebi seu gosto por compositores brasileiros. Eu tb gosto das poesias das músicas e as vezes elas servem direitinho para expressar o que estou sentindo.


bjos